quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Um passeio pelo parque II

Como a chuva ainda não foi embora e insiste em fazer-nos companhia, nada como observar as diversas espécies de fungos que crescem discretamente junto ao solo ou espreitam do tronco ou do ramo de uma árvore.

No sábado dia 20, vamos passear até ao Parque do Alambre, na Serra da Arrábida, de caderno e lápis na mão (e de possivelmente de impermeável e chapéu!), e vamos descobrir as espécies que se escondem sob a folhagem e sob o nosso olhar distraído.

Quem estiver interessado em participar pode ver aqui.

6 comentários:

PeF disse...

Cate, quem se quiser inscrever contacta quem? Falta essa informação no 'post'.

Cate disse...

Obrigada, PeF. Já lá está. :-)

Sara Simões disse...

Apetitoso!

Sara Simões disse...

Parece apetitoso!

Jadir Neves disse...

- gostaria de comentar com alguém uma coisa quase surreal que descobri, um cogumelo metálico: encontrei deles debaixo de um tronco de mangueira cáído e por baixo havia minério de ferro; cogumelos foram formados, porém, todos se dissolviam, e foram desintegrados ao toque, em poeira do minério.
- como nunca soube de algo similar sugiro comentários nesse sentido na minha comunidade "nossos teoremas", no Orkut.
- grato,Jadir Neves

Cate disse...

Olá Jadir, o cogumelo que se encontra no post seguinte, o Pisolithus arrhizus (tinctorius)? desfaz-se ao toque ao fim de algum tempo, e tem por vezes um tom metálico. Aconselho-o a falar com a http://fungos.net/ e colocar essa questão no forum deles.